Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017




(81)99276-6823

Hora Certa
No Ar
Freqüência Máxima com Marta Lucia
Peça sua Música

  • Costa pro Mar
    Cidade: Natuba
    Música: Pacato cidadão
  • poliano dos teclados
    Cidade: rio de janeiro
    Música: lucia avoz ramantica trem azum
  • poliano dos teclados
    Cidade: rio de janeiro
    Música: marilia mendoça ferecer minha mae marinalva e td
  • Luzinete maria
    Cidade: São Vicente Ferrer
    Música: São Vicente Ferrer
  • COSTA PRO MAR
    Cidade: NATUBA
    Música: AMOR DE NOVELA
  • poliano dos teclados
    Cidade: rio de janeiro
    Música: silvano sales
Publicidade Lateral
Chat dos Ouvintes

Digite seu NOME:


Estatísticas
Visitas: 42743 Usuários Online: 37


Brasil

Publicada em 09/02/17 as 12:20h - 155 visualizações
MORRE O MAESTRO VICENTINO BARTOLOMEU ARAÚJO

Rádio RCM FM 87,9 MHz


 (Foto: Rádio RCM FM 87,9 MHz )
Faleceu na manhã desta última quarta-feira 08 de fevereiro o Sr. José Bartolomeu Araújo, conhecido por ser um dos maestros mais influentes do estado. No mesmo dia o frevo uma das manifestações cultural belíssimas de  Pernambuco completou os seus 110 anos.


Maestro Bartolomeu assim que era conhecido, fundou a antiga Banda Patrício Gomes a mesma fez história no cenário cultural vicentino. Nascido em 24 de Agosto de 1935 em São Vicente Férrer, podemos confirmar que ele era filho realmente da terra vicentina.


Ouve homenagens ao maestro pelas redes sociais, a vereadora do município Jaciara Araújo a mesma era sobrinha de Bartolomeu, em seu facebook disse "Tio Zé Bartolomeu Araújo"(em forma de tristeza) em seguida com uma imagem de luto. 


O maestro vicentino atuante no município Gleivison Almeida também o homenageou "Hoje a música pernambucana, e mais especificamente o frevo, as vésperas de completar 110 anos, perde um de seus grandes compositores, o maestro compositor José Bartolomeu. Uma perda irreparável para a nossa cultura."


Em sua página oficial o grupo Viramundo Coletivo, publicou uma nota de pensar informando o falecimento do Sr. Bartolomeu, em trecho da nota foi destacada a importância de Bartolomeu no cenário cultural "sua existência deixou grande contribuição para a arte que serve para iluminar esse absurdo que é a vida."


Sr. José Bartolomeu, foi o homenageado da última edição do Festival Absurdo Iluminado de 2016 que reconheceu o Patrimônio Vivo da Arte e do Povo Vicentino.  O Absurdo e Iluminado é o maior evento cultural do município.



(Imagem: Festival Absurdo Iluminado, homenageando Bartolomeu.)


Confira a coluna do Maestro Vicentino Gleivison Almeida publicada no Blog do Adilson Carlos em homenagem a Bartolomeu.


As vésperas de completar 110 anos o frevo se despede de um dos seus maiores compositores, José Bartolomeu.
e 1935 em São Vicente Férrer, iniciou seu estudos musicais na Sociedade Musical Sete de Setembro com o maestro Patrício Gomes (Hoje a banda chama-se Banda Musical Patrício Gomes) tocando trompa. Logo se destacou no Trompete, instrumento que lhe deu oportunidade de alçar voos mais altos.

Em 1957 foi para a capital pernambucana onde estudou com grandes nomes como: José Felipe, pai do compositor João Santiago, e com o grande Maestro Levino Ferreira, além de ser muito próximo do músico Pierre, pai do nosso grande percussionista, conhecido internacionalmente, Naná Vasconcelos

Bartolomeu, logo se destaca na cena musical pernambucana, participando das grandes orquestras, como: Orquestra Jazz Ytapoan, orquestra do Maestro Duda, Orquestra Fernando Borges e a Banda da Cidade do Recife.
Compositor, José Bartolomeu
 desenvolve vários gêneros musicais como: Frevos, Maxixes e cirandas, em parceria com Luiz de França (Luiz Boquinha), Vicente Rodrigues, Evanildo Maia e José Lopes Filho. Mas, foi com o frevo que teve seu maior destaque.

Trompetista, seus frevos são conhecidos pela grande dificuldade técnica de execução para os instrumentos de metais (trombone e trompetes) necessitando do instrumentista, um bom desenvolvimento técnico de seu instrumento. Suas principais composições são: Tijolinho Faca Cega (frevo), Lavanca (frevo), Bicudo (frevo) e Cheguei Agora (frevo canção).

José Bartolomeu foi representante da União Brasileira de Compositores por vários anos, e tinha como maior objetivo tornar conhecidos os compositores pernambucanos e principalmente nordestinos, nesse período fundou a SONOCOM Gravações edições Musicais Ltda, tendo se dedicado até o ultimo dia de sua vida

Suas músicas foram gravadas por grandes nomes da música pernambucana e Brasileira como: Maestro Fernando Borges, Maestro Júlio Rocha e Ney Matogrosso que gravou a sua música "Vou Dançar Ciranda" no disco "As aparências Enganam" de 1993.

Não sabemos se por ironia do destino, mas o maestro José Bartolomeu nos deixa um dia antes de o frevo completar 110 anos.

Como disse o historiador Kleber Camelo, "José Bartolomeu, figura entre as estrelas no panteão do frevo de Pernambuco".

Cabe aos seus sucessores, discípulos e admiradores, continuar sua saga pela música pernambucana, pelo frevo.


A bênça Maestro José Bartolomeu!


(Na foto, o maestro Bartolomeu ao lado de Gleivison Almeida e do Cantor vicentino Ed Carlos)

Fonte: Blog Portal Vicentino 



Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Parceiros

Copyright (c) 2017 - Rádio RCM FM 87,9 MHz - Todos os direitos reservados